Congresso oficializa prazo para políticos trocarem de partido

184
Congresso oficializa prazo para políticos trocarem de partido
Congresso oficializa prazo para políticos trocarem de partido
Congresso oficializa prazo para políticos trocarem de partido

O Congresso Nacional promulga nesta quinta-feira (18) a Emenda à Constituição que abre prazo de 30 dias para políticos mudarem de partido sem perderem o mandato
A nova regra, no entanto, não vai alterar o tempo de televisão nem os recursos do fundo partidário, tanto para o partido que recebe o político quanto para o que perdeu o parlamentar.
O período é válido por 30 dias a partir da promulgação. Ou seja, vai até 18 de março. A estimativa de especialistas é que, com isso, pelo menos 50 parlamentares migrem para partidos diferentes daqueles em que foram eleitos no pleito de 2014.
Isso pode afetar a confiança do eleitor em seus políticos, como explicou o cientista político Geraldo Tadeu Moreira.
No Senado, pelo menos três senadores já mudaram de legenda: Álvaro Dias deixou o PSDB e foi para o PV; Ricardo Ferraço saiu do PMDB e deve se filiar ao PSDB e Randolfe Rodrigues, que deixou o PSOL e foi para a Rede. O senador Blairo Maggi já anunciou sua mudança do PR para o PMDB; Reguffe deve deixar o PDT e ir para a Rede e Cristovam Buarque negocia sua saída do PDT para o PPS.
Na Câmara, várias mudanças também devem ocorrer. Desde setembro, 37 deputados mudaram de partido. A maioria foi para o recém-criado PMB, Partido da Mulher Brasileira, que recebeu 21 deputados de diversas legendas.
A Rede Sustentabilidade, que foi oficializada em setembro, conta com cinco deputados e um senador, até o momento.