A Prefeitura de Fortaleza, em parceria com o Governo do Estado, realiza operação de controle de entrada e saída de veículos na capital entre os dias 12 e 17 de fevereiro – período em que aconteceria o Carnaval. O objetivo é orientar a população para evitar o trânsito entre municípios, impedir aglomerações e diminuir o contágio pelo coronavírus.

Órgãos municipais e estaduais estarão envolvidos na operação para garantir o cumprimento do decreto municipal nº 14.926, que estabelece normas mais rígidas de combate à Covid-19.

“A gente só vai permitir sair e entrar de Fortaleza as pessoas que estão a trabalho ou que moram nas cidades vizinhas ou que tenham alguma questão de saúde. E isso terá que ser comprovado para garantir que as nossas famílias possam ser manter saudáveis”, explicou o secretário da Segurança Cidadã, coronel Eduardo Holanda, que também fez um apelo para que as pessoas compartilhem a mensagem da importância de permanecer em Fortaleza como forma de ajudar a frear a pandemia.

A Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) atuará em três barreiras 24 horas por dia em pontos estratégicos que dão acesso à capital. São oito guardas municipais por turno atuando nessas barreiras, totalizando 80 agentes. Participam da operação as equipes da Coordenadoria de Proteção Comunitária (Copcom), da Coordenadoria de Inspetorias Especializadas (Coesp) e do Grupo de Operações Especiais (GOE),

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) também participará da operação com 200 agentes, verificando os motivos dos deslocamentos e realizando a vistoria das condições dos veículos e condutores.

As barreiras de controle de entrada e saída de Fortaleza iniciaram na manhã desta sexta-feira e seguem até quarta-feira (17/02). Será permitido o deslocamento por motivos de saúde, trabalho ou de força maior, dentre outras situações detalhadas no decreto, desde que devidamente justificadas.

De acordo com Juliana Coelho, superintendente da AMC, o controle está sendo feito veículo a veículo nos principais pontos de acesso de Fortaleza. “Nós pedimos a colaboração da população, pois nesses pontos, nós temos formação de filas e congestionamento. Então, evitem esses locais e deslocamentos desnecessários ness período”, declarou. Ela acrescentou que a Prefeitura também estará presente nos pontos onde tradicionalmente acontece o carnaval, como Benfica, Mocinha e o Aterro da Praia de Iracema.

Operações integradas

Além da atuação nas barreiras, GMF e AMC darão suporte às ações dentro da cidade nos tradicionais polos carnavalescos e nas fiscalizações itinerantes realizadas em toda Fortaleza.

A faixa de areia no Aterrinho da Praia de Iracema será bloqueada, desde a Rua Ildefonso Albano até a Praia dos Crush, para a circulação de pedestres. O fluxo de veículos continuará operando normalmente.