César Wagner nasceu em 28 de março de 1964, é casado e pai de 4 filhos.
Foi no ápice de sua carreira Superintendente da Polícia Civil do Ceará. Assumiu ainda cargos de relevância como Diretor do Departamento do Interior (DPI), Diretor do Departamento de Polícia (DPM), Coordenador do Centro de Operações Policiais de Segurança (CIOPS), Delegado Titular de Combate ao Narcotráfico (DENARC) e Secretário de Segurança de Aracati.

Filiado a convite do Deputado Federal Capitão Wagner ao Pros (90)

P: Qual seu propósito, para concorrer a uma vaga no legislativo de Fortaleza?

R: Continuar trabalhando agora como vereador para combater injustiças e representar todos – cadeia produtiva e trabalhadores – mas principalmente aqueles que não possui voz e são esquecidos pelo poder público.

P: Qual é a sua visão de política?

R: A política deve ser conduzida para atender as necessidades do povo.

P: Você é consciente da responsabilidade de um vereador? Se eleito for, como será sua atuação no legislativo local?

R: Minha atuação será pautada na integridade, no compromisso inalienável com a cidadania e luta pelo combate a violência contra a mulher, a criança e o idoso.

P: Em sua opinião, quais adjetivos deve ter um candidato ao legislativo?

R: Honesto, capacitado, experiente e combativo.

P: Caso eleito, como será o seu relacionamento com o poder executivo e com os demais vereadores?

R: De respeito, mas defendendo a casa do povo, sem aceitar nenhum tipo de patrulhamento de opinião.

P: Qual sua avaliação com relação ao legislativo municipal neste último pleito?

R: Infelizmente vivemos uma crise de identidade do parlamentar que de uma maneira como nunca vista passou a ser representante direto do prefeito, esquecendo da sua função.

P: O que o senhor gostaria de acrescentar que não foi perguntado aqui?

R: Não sou político profissional. Hoje delegado aposentado, consultor e radialista tenho nos meus ideais de servir, como fiz em 34 anos na polícia, uma missão de vida que me traz grande satisfação interior.

P: Para finalizar, que mensagem o Sr. deixa para o povo de Fortaleza?

R: Deixo uma mensagem de esperança. Não podemos permitir que um grupo político domine a Capital e o nosso Estado. Acredito em Deus, nas forças do bem e na união das familiares cearenses. Não é o que se diz que vai fazer que qualifica um candidato, mas o que já fez. Analise minha história e que Deus nos abençoe a todos.
90.860 vereador de verdade.