Caso insólito no campeonato italiano. A Lazio devia receber esta terça-feira o Torino na capital italiana, num jogo que tinha início marcado para as 18h30, mas os visitantes não viajaram devido a um surto de oito casos da variante britânica da covid-19.

O clube de Turim recebeu indicações das autoridades de saúde italiana para ficar em isolamento profilático, mas a liga italiana recusou adiar o jogo. Entretanto, a Lazio já anunciou a constituição das equipas e os jogadores chegaram, inclusive, a subir ao relvado para o habitual aquecimento.

Cerca de uma hora antes do início do jogo, a Lazio anunciou o onze os jogadores subiram ao relvado. Sensivelmente à mesma hora, o Torino publicava fotografias do treino individual dos seus jogadores, anunciando que estava a seguir as diretrizes das autoridades sanitárias competentes.

O conselho da Liga da Série A, reunido de urgência, anunciou, entretanto, que decidiu por «unanimidade» que o embate entre «Lazio e Torino deve jogar-se hoje». No entanto, nesta altura, é mais do que evidente que não vai haver jogo, até porque o Torino não viajou para a capital romana. Na véspera, o presidente da liga, Paolo Dal Pino, tinha admitido adiar o jogo, mas depois de consultar os clubes, a maioria votou contra o adiamento.

Segundo os regulamentos, o Torino será punido com uma derrota por 3-0 e perde um ponto na classificação.

Recordamos que outubro passado já aconteceu um caso semelhante, quando o Nápoles não viajou para Turim para defrontar a Juventus de Cristiano Ronaldo.

Fonte: Mais Futebol