Luiz Inácio Lula da Silva evitou participar das manifestações contra o governo de Jair Bolsonaro até agora. No entanto, o ex-presidente pediu para que a população continue indo para as ruas para mostrar a sua insatisfação com a situação do Brasil.

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante entrevista coletiva em São Bernardo do Campo
10/03/2021 REUTERS/Amanda Perobelli
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante entrevista coletiva em São Bernardo do Campo 10/03/2021 REUTERS/Amanda Perobelli

Foto: Reuters

“Continuem protestando porque o grito de vocês é que pode ajudar a libertar esse país”, declarou o petista durante o Encontro da Cultura em São Paulo no último fim de semana.

Durante o evento na capital paulista, o ex-presidente também falou sobre a presença dos militares no governo Bolsonaro. “Vocês têm que tomar conta da nossa fronteira, dos 17.000 quilômetros de fronteira seca e 8.000 quilômetros de fronteira marítima. Não tem que ficar se metendo na política interna”, disse.

Fonte: Terra